Abul é um local situado junto à margem direita do rio Sado, onde os fenícios, no decorrer das suas viagens de expansão pelo Mediterrâneo, e costa da Península Ibérica, instalaram, cerca do século VII a.C., uma feitoria destinada a trocas comerciais com as populações indígenas.

A feitoria ocupa a parte superior de uma pequena elevação, que era então banhada, em três dos seus lados, pelas águas do estuário, sendo facilmente acessível por barco e provida de dois excelentes ancoradouros situados nas enseadas adjacentes, e dela se dominava todo o estuário permitindo controlar o movimento marítimo.

Este local foi mais tarde ocupado pelos romanos que, no mesmo local, construíram vários fornos para produção de ânforas, destinadas ao transporte de salgas de peixe fabricadas em Tróia e em Setúbal.

Os fenícios no Sado