A Reserva Natural do Estuário do Sado, com cerca de 23.000 hectares, é uma zona húmida que se desenvolve ao longo das margens do rio Sado, basicamente desde Setúbal até Alcácer do Sal.

É uma zona com muito baixa ocupação humana, onde predominam as actividades agrícolas, maioritariamente associadas com a cultura do arroz e com algumas salinas, nas zonas mais junto ao rio e seus afluentes, e com a floresta e a pastorícia em zonas mais elevadas e não sujeitas às marés.

A pesca tradicional e a apanha de mariscos são também actividades que aqui se desenvolvem e que estão centralizadas em alguns pequenos núcleos piscatórios.

Trata-se de um conjunto de actividades perfeitamente integradas e compatíveis com o meio ambiente e com a importância natural de todo este território, o que é bem testemunhado pela presença, nas diferentes épocas do ano, de centenas de milhares de aves e mamíferos, distribuídas por centenas de espécies.