O Cabo Espichel é um dos locais mais notáveis da Costa Portuguesa, definindo o fim da zona terrestre e o início da imensidão do mar.

A paisagem é dominada pelo Santuário de Nª Senhora do Cabo e pelo Farol de sinalização marítima, sendo um local de passagem migratória de milhares de aves no final do Verão e início de Outono.

Devido às suas falésias bastante altas, apresenta-se como um bom habitat para nidificação de algumas espécies de aves, nomeadamente o Falcão-peregrino.

Do ponto de vista botânico, destaca-se neste local a presença de duas espécies espécies, a Corriola do Espichel e o Trovisco do Espichel, plantas extremamente raras que, a nível mundial, apenas existem nos afloramentos calcários e nas arribas costeiras do cabo Espichel.

Realça-se ainda no Cabo Espichel a sua componente geológica, onde se podem encontrar vários conjuntos de pegadas de dinossauros.